top of page

tribunal dos concursos e leilões

Data da Criação do Tribunal em Concurso Editorial Secreto 1º Plano Editorial: 6/05/2019

Abertura oficial do Supremo Tribunal dos Concursos e Leilões de Jupiter 15h15 15/10/2022

Presidente: Raul Catulo Morais

1ª Juíza-Psicóloga: Angel  Sara

1º Fiscal de Linha: Angel Tiago Talhamares

 

Está aberta a 1ª audiência do Caso nº66: "O Hospital Psiquiátrico da Dr. Lucília: Neptune conta a história de Jupiter no Internamento de Psiquiatria".

CASO nº66 ARQUIVADO!

Motivo: Simulação nº666

Fontes do Motivo: Cartas Confidenciais, Relatórios de Resposta e Compassos de Tempo e de Resposta Percebidos que Interligam o Internamento da Mãe no Serviço de Psiquiatria ao Special Masonic Program aberto durante o Internamento do Pai no Serviço de Urologia/ Nefrologia e Mudança Inicial das Camas nº66 dos pais para Outras Camas para Início dos Programas.

Últimas fontes: Carta Confidencial do Conselho Disciplinar da Ordem dos Médicos e Relatório de Psiquiatria de 6/03/2023 Não Publicado.

Da decisão: Serve assim o Caso nº66 como uma Simulação e Estudo de Caso da Escola de Pensamento de Jupiter para reflexão sobre o Direito da Psiquiatria e sobre o Direito da Psicologia e sobre a ideia da Escola de Pensamento de Jupiter em que o Parlamento deva ser Monitorizado pela Triangulação da Ordem dos Médicos,  pela Ordem dos Biólogos e pela Ordem dos Psicólogos,  argumento de Raul Catulo Morais sob o Pseudónimo Jaime da Costa Ayala durante o Processo nº666 na Ilha dos Piratas. Serve também assim o Caso nº66 para dar Abertura Oficial ao Tribunal Virtual-Maçónico e atestar a Idoneidade e Reconfirmar a Idoneidade do Presidente-Fundador do Tribunal Raul Catulo Morais. O Tribunal Virtual de Jupiter funcionando autonomamente segundo as suas próprias Regras Maçónicas pretende através da Exposição do Caso e através do Sermão alterar positivamente Comportamentos e Ações ou Formas de Pensar e Fazer de Profissionais, Marcas,  Empresas, Ordens,  Associações ou Instituições com a remissão Oficiosa da Abertura dos Casos às Ciências de Investigação, Fiscalização e Judiciárias e ao Ministério Público. Os casos abertos no Tribunal Virtual constituem uma Importante Fonte de Drama, de Teatro e de Cinema para os projetos de cinema, realização e produção da Jupiter Editions.

Relatório Final de Psiquiatria (5 páginas) de Raul Catulo Morais - Por Lapso faltou indicar no Esquema da Terapêutica o Aripiprazol Injetável  de 33 em 33 dias

Em publicações e gravações em tempo real até as 18h00 15/10/2022

Primeiras publicações às 15h45 15/10/2022

1ª Pergunta
00:00 / 01:32
logofree.png
1ª Audiência - 1ª parte
00:00 / 39:04
1ª Audiência - 2ª parte
00:00 / 16:02
1ª Audiência - 3ª parte
00:00 / 36:30
Transtorno Esquizotípico
00:00 / 39:25

Regras do Jogo de Xadrez

Regras do Jogo de Xadrez: Raul, Dr.ª Lucília, Dr. Luís, Drª Bruna, Drª Paula, Enfermeira-Chefe e a todos os interessados (1 página). publish@jupitereditions.com

Provas de Jogo

Correção 6/11/22: Por erro literário disse Transtorno Esquizóide quando sempre quis dizer Transtorno Esquizotípico da Personalidade. O Transtorno Esquizóide é diferente do Transtorno Esquizotípico. Raul Catulo Morais

Ala
00:00 / 30:17
Fim - Psiquiatria de Maquiavel
00:00 / 16:02

Reunião familiar (2ª entrevista) do dia 12/10/2022 gravada em Legítima Defesa em Reportagem Discreta Jupiter Editions transformada em Provas do jogo e filme maçónico entregues ao Tribunal e que motivou a abertura oficial do Tribunal dos Concursos e Leilões. As gravações não foram editadas sendo publicadas em bruto e permanecidas originalmente na Posse de Raul Catulo Morais. Provas de Jogo de Raul Catulo Morais. Provas comunicadas à Ordem dos Médicos, à Ordem dos Psicólogos, à Ordem dos Advogados, ao Centro de Estudos Judiciários, ao Instituto das Ciências Criminais, ao Ministério Público, ao Centro de Arbitragem da Universidade Católica Portuguesa e ao Centro de Investigação de Direito Privado.

Denúncia e Queixa

2ª audiência 16/10/2022 Abre às 21h Adiado: 17/10/2022 18h00 Adiado: 17/10/2022 21h30

3ª audiência 17/10/2022 Abre às 22h

Fica como dado como Não Provado a questão dos doentes só poderem aceder ao terraço 10 minutos 2 x por dia por Lígia ter desistido da história quando perguntado na Reunião pela Dr.ª Lucília e pela Enfermeira-Chefe ter dado outro filme melhor e por Lígia ter aderido ao filme

1º Relatório de Lixo, Psiquiatria e Higiene e 2º Relatório de Psiquiatria e Família Disfuncional - Relatórios de jogo publicados in Illumminnatti Games

Email  enviado às 8h03 de 17/10/2022 à Equipa Médica:

Bom dia! Solicitando as Melhores Notícias Médicas da minha mãe, dou nota do conhecimento que o caso do internamento da minha mãe deu entrada no Tribunal dos Concursos da Jupiter com o caso nº 66 em que foram entregues as gravações que foram feitas na entrevista do dia 12/10/2022 com o  conhecimento da Ordem dos Médicos e convidado o Conselho Disciplinar da Ordem dos Médicos a ouvir as gravações. Envia-se em anexo as Regras do Tribunal dos Concursos para que os médicos possam impugnar ou responder. Foi já aberta a 1ª Audiência e 2ª Audiência.

 

Para que fique claro: 

1 - Gostei de ver a minha mãe na 1ª e 2ª visita, quase parecendo que a minha mãe estava quase "curada",  como se parecesse que tivesse "acordado".

2 - Não gostei de ver a minha mãe nem na 3 e 4ª visitas tendo ficado preocupado e tendo contactar os médicos sem sucesso até à entrevista  do  dia 12/10/2022.

3 - Na entrevista tentei participar no Processo da minha mãe, tendo tentado dar mais dados para se construir a melhor História Clínica mais perto da Verdade para que se achasse o melhor diagnóstico e a melhor medicação. Disse na entrevista que para além de estar preocupado por ter visto o estado completamente confuso da minha mãe e até pior do que estava, temendo que a minha mãe não estivesse a ser bem medicada e que o próprio internamento estivesse a ser prejudicial, tentando explicar o porquê na entrevista sem sucesso, também tentei indicar com os meus algoritmos o transtorno de personalidade esquizotípica.  No entanto, como disse mal a terminologia, e não disse  esquizóide nem esquizotípica, tendo tido "esquizitóide" fui desvalorizado e não fui levado a sério como deveria ter sido levado. Apesar de não ser psiquiatria, tenho contacto com as Ciências Médicas e com a Psicologia e Psiquiatria e gosto e curiosidade e vejo  perfeitamente enquadrado o transtorno da minha mãe no transtorno de personalidade esquizóide, mesmo fazendo o Diagnóstico Diferencial de Transtorno Bipolar, que aceito que possa ser o "primeiro diagnóstico",  mas que tenho grandes dúvidas se será o melhor. 

4 - O transtorno de personalidade esquizotípica é/era também um parecer do Médico de Família, segundo informação passada pelo meu pai no final do dia da entrevista do dia 12/10/2022.

5 - Psicólogos e médicos amigos da nossa família não concordam com o diagnóstico da minha mãe de Transtorno de Personalidade Bipolar, apesar de reconhecermos obviamente características na minha mãe da tal "personalidade Bipolar". No entanto, é preciso deixar claro que o "Estado Maníaco" da minha mãe não é de ciclos. Ora, não há um ciclo de Mania com ou sem depressão ou um ciclo de Hipomania mais depressão, afastando por isso "supostamente" tanto o Transtorno Bipolar I como o Transtorno Bipolar II.  A minha mãe está basicamente sempre em Mania. Sempre. Durante toda a vida foi assim. Em que todos os dias, a minha mãe também pode chorar se "as coisas não forem como a minha mãe quer ou pensa que devem ser", não havendo no entanto um ciclo para esta "depressão". A minha mãe está todos os dias em mania e em depressão, se por exemplo não estivermos "100% com ela". É muito fácil a minha mãe sair da conversa ou da mesa e fechar-se no quarto a chorar e depois volta e "já está tudo bem". 

6 - Por má interpretação minha eu não tinha conseguido achar 2 características importantes para a enquadrar o transtorno no quadro esquizotípico. Mas com uma melhor interpretação e com um diferente Grupo de Memórias já consigo visualizar as tais características e que estavam a deixar-me alguma dúvida para chamar à colação o transtorno da personalidade esquizotípica. Repare-se que o que eu pretendo é que em conversa normal e saudável,  se a equipa médica não achar que é este o transtorno e continuar a achar que é o transtorno bipolar ou  outro, que simplesmente me saiba passar a melhor informação da melhor maneira. Porque o que eu quero é ver a minha mãe boa da cabeça com o melhor diagnóstico e com o menor tempo possível no internamento, porque insisto que o internamento está a prejudicar a minha mãe.

7 - Na minha última visita (5ª visita) do dia 13/10/2022 detestei ver a minha mãe, no sentido em que a vejo ainda mais desorientada, mais confusa, com uma conversa pior a olhar para um "nível de coisas que eu nunca vi a minha mãe a olhar nem a interagir", como por exemplo, "interagir com uma mosca" enquanto está a falar comigo e com uma memória  pior, com uma associação de ideias pior em que parece que estou a perder a minha mãe e que obviamente eu vejo a culpa "partida" na medicação e no internamento.

8 - A Doutora Lucília não pode voltar a levantar a mão à minha mãe, ainda por cima, com o comando de voz "esteja calada", em que o fez à minha frente, à frente do Dr. Luís e à frente da Drª Bruna na entrevista do dia 12/10/2022, antes de ter entrado a Drª Paula para mediar o conflito que tinha havido entre mim e a Drª Lucília.

9 - Pela "estranheza" do caso, as gravações foram feitas em Legítima de Defesa para Reunião de Provas e por isso entregues ao Tribunal dos Concursos com conhecimento da Ordem dos Médicos e comunicado ao Conselho Disciplinar da Ordem dos Médicos. Não se formalizou qualquer tipo de queixa à Ordem dos Médicos nem ao Conselho Disciplinar, simplesmente se fez a Comunicação da entrada do Caso nº66 no Tribunal dos Concursos.

 

Solicita-se que o email seja reencaminhado ao Dr. Luís, à Drª Bruna e à Enfermeira-Chefe que foi chamada pela Drª Lucília durante a Entrevista do dia 12/10/2022.

 

Deixa-se o link direto da 1ª e 2ª Audiências do Caso nº66.

 

Cordialmente,

Raul Catulo Morais

Email enviado às 8h38 de 17/10/2022 à Dr. Paula:

Bom dia doutora,

 

Uma vez mais obrigado por ter entrado na Reunião! Quero que note que foi mesmo importante e que consegui "ganhar alguma confiança" em relação ao internamento por causa de si. No entanto, estou mesmo preocupado com a minha mãe, porque tenho-a visto pior e temo que a culpa seja da má medicação. Sei que a doutora está,  infelizmente, fora do internamento, mas queria pedir-lhe por favor para que visse se neste caso específico da minha mãe não poderíamos estar perante o transtorno da personalidade esquizotípica. O transtorno da personalidade bipolar foi um diagnóstico antigo que a minha mãe foi receitada com o Tegretool e que não surgiu efeito até aos dias de hoje e passo a informação por escrito à doutora que vejo todos os efeitos colaterais do medicamento evidenciados na minha mãe: perda de coordenação motora, inflamação da pele com erupção cutânea e vermelhidão, inchaço no tornozelo, nos pés e nas pernas, mudanças de comportamento, confusão mental, fraqueza e caibrãs  fortíssimas. Como indiquei no email anterior que enviei a toda a equipa médica,  a minha mãe não tem "o chavão" da condição cíclica do transtorno de bipolaridade,  porque a minha mãe "está sempre em mania"...  vejo todas as características do transtorno da  personalidade esquizotípica e sei que também a médica de família num parecer tinha também tentado indicar esse transtorno... Acho que a minha mãe foi mal diagnosticada e mal medicada pelo psiquiatra anterior.

 

Noutro registo, gostava de perguntar se posso reunir-me só consigo,  porque fiquei mais à vontade só consigo e gostava de poder ouvi-la também sobre a minha participação no Processo.

 

Os meus sinceros cumprimentos e o meu sincero obrigado,

Raul Catulo Morais

Está aberta a 2ª audiência do Caso nº66: "O Hospital Psiquiátrico da Dr. Lucília: Neptune conta a história de Jupiter no Internamento de Psiquiatria". 21h30 17/10/2022 (Audiências gravadas do dia 16/10/2022)

Despiste Bipolar e Testemunha Joaquim
00:00 / 42:29
História Clínica Familiar
00:00 / 43:26
Internet das Coisas - Rede
00:00 / 38:21
Bipolaridade e História do Lítio
00:00 / 47:14
Psiquiatria de Mercado e Criatividade
00:00 / 43:46
Paranoide - Ilha dos Piratas
00:00 / 36:54

Está aberta a 3ª audiência do Caso nº66: "O Hospital Psiquiátrico da Dr. Lucília: Neptune conta a história de Jupiter no Internamento de Psiquiatria". 22h 17/10/2022 (Audiências gravadas do dia 17/10/2022)

Entidade Reguladora da Saúde
00:00 / 07:16
Ordem dos Médicos - Simulação 666
00:00 / 32:59
Direito Penal e a Medicina
00:00 / 34:34

Fica provisoriamente encerrado o Caso nº66: "O Hospital Psiquiátrico da Dr. Lucília: Neptune conta a história de Jupiter no Internamento de Psiquiatria". Sem mais movimento no Tribunal durante 7 dias fica encerrado automaticamente o caso. Fica por se entregar ao Tribunal o Relatório Médico com o Diagnóstico Final. 22h09 17/10/2022

O Presidente do Tribunal Virtual-Maçónico dos Concursos e Leilões de Jupiter

Raul Catulo Morais

Teatro Angel Fiscal de Linha
00:00 / 09:33

Sketch Maçónico de Raul Catulo Morais gravado em 18/10/2022 e enviado ao Angel Tiago para convite a entrar no Tribunal como Fiscal de Linha e convite aceite. Voz de Raul Catulo Morais

FIM do Filme Maçónico
00:00 / 10:21
A Psiquiatria de Algemas na Cama
00:00 / 21:55

Sketches "Fim do Filme Maçónico" e "A Psiquiatria de Algemas na cama" de Raul Catulo Morais publicados em 5/06/2022 in Masons Diary - Voz de Raul Catulo Morais

A películas de filme e construção de argumento em tempo real da parte Cinematográfica do Caso nº66 são publicadas fora do Tribunal no Arquivo Illumminnatti dos Illumminnatti Games juntamente com a História da Introdução e Motivação do Tribunal e com a desgravada da Internet das Coisas em Psicanálise das Obras da Jupiter Editions.

Abertura do Arquivo: 22h45 19/10/2022

"A verdade é só uma. Só os espíritos mais inocentes e com o melhor coração conseguem falar a verdade a gaguejar, num enredo montado, numa vida simulada, numa vida de mafiosos, numa "máfia", numa série de teatros sem nunca perder a realidade e a noção das coisas. Porque o bom espírito ouve-se só pela voz. Porque a verdade é que a Verdade tem uma Voz. É a vida. É a Natureza das Coisas. Não dá para alterar a Natureza das Coisas. Mas dá para alterar a Economia e o Direito das Coisas. Estamos capazes de alterar as coisas, porque defendemos a Natureza das Coisas. Mas não somos hipócritas, nem estúpidos. Sabemos que a própria Natureza "come-se" a ela própria. As vespas-asiáticas matam as nossas abelhas. As ervas-daninhas matam as nossas árvores. Nós, humanos, temos de saber olhar para todas as coisas como uma Balança e sermos de verdade uma Balança e sermos capazes de matar vespas-asiáticas e cortar o Mal das Ervas Daninhas pela Raiz porque estamos a olhar para a nossa vida, para as abelhas e para as árvores, porque são elas que nos seguram à vida. É urgente um Direito das Abelhas como é urgente um Direito das Árvores, como é urgente um Direito dos Oceanos, como é urgente um Direito da Ecologia,  como é urgente um Direito da Medicina e um Direito da Psicologia. No entanto, é preciso sabermos que quando vamos dar direitos "aos monstros" nós temos de primeiro achar um melhor direito que regule e que seja capaz de matar em Legítima Defesa "os monstros". Senão, somos mortos pelos próprios monstros que criámos. Também os monstros, tal como os algoritmos e os robots estão a gritar por direitos. Estamos todos a gritar por melhores direitos. Há quem esteja internado num Hospital Psiquiátrico a gritar por direitos, ao mesmo tempo que estão os psiquiatras e o serviço também a gritar por direitos. No meio dos gritos é preciso ouvirmos todos e não mandarmos calar os mais inocentes."

"Mas o mais importante no meio de tudo, no meio da história de guerra de direitos e de gritos é sabermos que fizemos o que estava ao nosso alcance e que dissemos o que tínhamos de dizer. Dissemos a Verdade. Mostrámos a Verdade. Às vezes, num Mundo Injusto a Verdade pode ou não ser ouvida, pode ou ser escondida ou pode simplesmente não ser aceite ou ser ignorada. É outra história. Mas no final da história ficamos com um Espírito Calmo e Tranquilo. Ficamos de "Consciência Tranquila". Só essa sensação, só esse andar é um Bálsamo para nós próprios continuarmos a fazer o que temos de fazer na Vida. Podemos caminhar sozinhos a vida toda. Até sabe bem. Começa a saber bem." 12h12 19/10/2022 Raul Catulo Morais "Porque ao menos ficamos com mais Paz. Paz, paz, paz, paz, paz!" 

«Uma Mão Invisível revestiu-me com uma tecnologia invisível em que as vespas-asiáticas não me atacam. Também uma Rede Invisível mandou os diabos protegerem-me. No entanto, eu ataco as vespas-asiáticas e ataco os diabos. Os diabos sabem que não me podem atacar, senão morrem. É a Lei da Vida. São as "Leis do Jogo da Vida".» 12h19 19/10/2022 Raul Catulo Morais in Últimos Trabalhos em Anexo da Grande Obra dos Illumminnatti Games em Homenagem ao Direito Penal, ao Direito da Medicina e ao Direito Militar - Porque estamos em Guerra

«Somos "abelhas". Fugimos daquela Mão Invisível do Apicultor e deixamos "uma outra Mão Invisível" de um outro Apicultor mais Empático, Humano e Sustentável "segurar-nos a vida". Mas "deixamos", porque vemos a cara da Mão Invisível. Somos "formigas".  Mas somos aquelas formigas que nasceram com asas e que são capazes de se apaixonar no formigueiro e produzir as tais feromonas de escrita secreta para seduzir uma outra formiga para abrir um novo formigueiro. Os formigueiros abrem-se maçonicamente na Terra. De repente são um monumento, uma galeria,  todo um labirinto que merece ser protegido. Mas sabemos como funcionam mal alguns formigueiros, apesar de serem importantes para a nossa vida. Tudo depende da nossa espécie. Há diferentes espécies de abelhas,  como há de formigas e como há de humanos. Há espécies de formigas que são cegas, que são chipadas incapazes de se apaixonar em que vivem em sociedade como os humanos sem escrúpulos e que se pisam umas às outras. Mas há espécies de formigas mais inteligentes que produzem Tecnologia, Farmácia, Medicina, Escrita, escrevem romances e organizam velórios e enterros. Somos "bactérias" que sabemos que no Mundo das Bactérias há Vírus que nos seguram a vida. Aos olhos alienígenas do Universo somos do tipo "bactérias". Mas na Lamela do Laboratório da Vida somos protegidos por uma Classe Científica, porque nos considerou "bactérias inteligentes", bactérias capazes de escreverem romances, de organizarem casamentos e de escreverem um direito sobre os casamentos. Porque somos capazes de ser solidários, de fazer coisas importantes, porque sonhamos tal como sonham as abelhas. Amanhã, podemos só ser protegidos pelo Critério do Sonho. As abelhas sonham, as vacas sonham tal como os porcos e os cães. Podemos construir um Novo Direito com o Critério do Sonho e com o Critério da Inteligência Sócio-Afetiva. Podemos porque estamos prontos. Não me pronunciarei sobre o Polvo.» 18h00 19/10/2022 Raul Catulo Morais

Abre às 12h de 20/10/2022 a 4ª Audiência do Caso nº66 com a chamada do médico Dr. Ricardo e com a 2º chamada à psicóloga Sílvia e 1ª chamada do Médico de Família. Comunica-se o caso à Força Aérea, ao Exército e ao Hospital das Forças Armadas.

Adiada a Publicação da 4ª audiência do Caso nº66 para as 15H de 20/10/2022

Está aberta a 4ª audiência do Caso nº66: "O Hospital Psiquiátrico da Dr. Lucília: Neptune conta a história de Jupiter no Internamento de Psiquiatria". 15h15 20/10/2022 

4ª Audiência 1ª Parte
00:00 / 37:36
4ª Audiência - 2ª Parte
00:00 / 40:43
4ª Audiência - 3ª Parte
00:00 / 39:16
4ª Audiência - 4ª Parte
00:00 / 42:06

Atualização das Regras de Jogo

Mantém-se as Regras do Jogo de Xadrez anteriores, com regra do Dr. Ricardo poder impugnar no todo ou em parte o filme da 1ª parte da 3ª Reunião, não podendo impugnar a 2ª parte para proteção dos dados da história de Lígia Catulo Morais, tendo sido a personagem principal da 2ª parte da 3ª Reunião, tendo ficado Raul Catulo Morais, o Dr. Ricardo e a Dr.ª Lucília com os papeis de meros figurantes na história de Lígia Catulo Morais. Se o Dr. Ricardo impugnar o filme, Raul Catulo Morais grava por cima a personagem do Dr. Ricardo, salvaguardando a história e o argumento já construído. Só Lígia Catulo Morais poderá impugnar o filme.  Todos os chamados pelo Tribunal e todos os interessados em participar no Tribunal até ao encerramento definitivo do caso poderão enviar as respostas, os argumentos, atos, documentos e áudios para o WhatsApp de Raul Catulo Morais ou para o email publish@jupitereditions.com. Todos os chamados diretamente ou invocados indiretamente pelo Tribunal deverão enviar os seus argumentos e áudios preferencialmente para o WhatsApp de Raul Catulo Morais, 1º Árbitro designado pelo Tribunal para o caso nº66. Todos os árbitros interessados em tomar Posse da Jurisdição e Condução do Caso enquanto não se dá por encerrado definitivamente o Tribunal poderão enviar espontaneamente a vontade de tomar a posse do Caso nº66 ou de co-mediar o conflito como 2º ou 3º árbitros interessados, ficando a apreciação reservada ao Tribunal Composto do Caso nº66. Tribunal Composto por Auto-Árbitro Raul Catulo Morais. Deixa Raul Catulo Morais de ser Auto-Árbitro com a entrada ou a intervenção de uma outra parte do Tribunal ou se tomada a Posse da Jurisdição e Condução do Caso, não perdendo nem por isso Raul a qualidade de 1º Árbitro do Caso nº66.

2ª Provas de Jogo

1ª Parte 3ª Reunião
00:00 / 10:35
2ª Parte da 3ª Reunião
00:00 / 13:49
Discussão Cuidador Informal
00:00 / 11:32

Reunião familiar (3ª entrevista) do dia 20/10/2022 gravada por Prudência do Jogo e da Reportagem Discreta Iniciada e Publicadas as provas em Legítima Defesa conforme a motivação e argumento da 1ª parte e 2ª parte da 4º audiência.  Gravação transformada em Provas do jogo e filme maçónico entregues ao Tribunal para anexar às 1ª Provas de Jogo. As gravações não foram editadas sendo publicadas em bruto e permanecidas originalmente na Posse de Raul Catulo Morais. Provas de Jogo de Raul Catulo Morais. Provas de Jogo comunicadas à Ordem dos Médicos, à Ordem dos Psicólogos, à Ordem dos Advogados, ao Centro de Estudos Judiciários, ao Instituto das Ciências Criminais, ao Ministério Público, à Casa da Moeda - Imprensa Nacional, ao Centro de Arbitragem da Universidade Católica Portuguesa, ao Centro de Investigação de Direito Privado, ao Exército, à Força Aérea, ao Hospital das Forças Armadas e à Cruz Vermelha Portuguesa.

Simulação do Direito Oculto da Psiquiatria - 6 páginas (processado simples em bruto e com erros de Raul Catulo Morais da audição dos primeiros 6 minutos da 1ª parte da 3ª Reunião)

Auto-Despiste Esquizofrenia
00:00 / 39:41
Auto-Despiste Psicótico
00:00 / 13:29

Fica provisoriamente encerrado o Caso nº66: "O Hospital Psiquiátrico da Dr. Lucília: Neptune conta a história de Jupiter no Internamento de Psiquiatria". Sem mais movimento no Tribunal durante 7 dias fica encerrado automaticamente o caso. Fica por se entregar ao Tribunal o Relatório Médico com o Diagnóstico Final. 19h50 20/10/2022

O Presidente do Tribunal Virtual-Maçónico dos Concursos e Leilões de Jupiter

Raul Catulo Morais

É publicada às 21h de 23/10/2022 a 5ª Audiência que abre em hora anterior no dia 23/10/2022 com a Chamada de Inquérito e Pré-Decisão da Arbitragem de Paz encerrando-se automaticamente o caso sem mais movimento no Tribunal durante 7 dias. Fica por se entregue ao Tribunal o Relatório Médico de Lígia, as análises genéticas de Raul de despiste de doenças psiquiátricas, Raio-X do crânio e Raio-X panorâmico da mandíbula e Curriculum Vitae, para independentemente da Decisão da Arbitragem de Paz não perder a idoneidade para presidir os casos a seguir. Poderá continuar a presidir se o atraso das provas e documentos requeridos pelo Tribunal não se dever por culpa sua, valendo o atestado e juízo de idoneidade de Raul assim que entregue ao Tribunal.

O Presidente do Tribunal Virtual-Maçónico dos Concursos e Leilões de Jupiter

Raul Catulo Morais

Está aberta a 5ª audiência do Caso nº66: "O Hospital Psiquiátrico da Dr. Lucília: Neptune conta a história de Jupiter no Internamento de Psiquiatria". 20h36 23/10/2022 

Email  enviado às 11h47 de 22/10/2022 ao Dr. Ricardo:

Com a certeza natural que já teve conhecimento que o caso da minha mãe Lígia Catulo Morais deu entrada no Tribunal Virtual dos Concursos de Jupiter com o Caso nº66 com o conhecimento da Ordem dos Médicos, pela equipa médica ter sido devidamente informada, formalizo o conhecimento ao Dr. Ricardo que será publicada domingo dia 22/10/2022 às 21h a 5ª audiência com a Chamada de Inquérito e a Pré-Decisão da Arbitragem do Tribunal Virtual do Caso nº66 sendo definitivamente encerrado se não houver mais movimento durante 7 dias no Tribunal em relação ao caso. A 3ª reunião foi entregue na 4ª audiência como 2º Provas de Jogo no Tribunal, podendo o Dr. Ricardo impugnar a 1ª parte do filme da 3ª reunião através do email publish@jupitereditions.com com o assunto "Caso nº66 Tribunal" ou em resposta a este email, estando a 1ª parte e a 2ª parte da 3ª reunião bem identificadas no título dos áudios publicados virtualmente no Tribunal. De acordo com o Artigo 218º do Código Civil e de acordo com o Direito Oculto do Direito Administrativo o Tribunal Virtual-Maçónico interpretará tacitamente o valor do silêncio tal qual o valor que lhe é atribuído por uso e convenção típica dos casos.

 

Como já assinalado e insistido durante o Processo de Internamento da minha mãe, por ter visto a minha mãe Equilibrada  e mais Lúcida na 1ª e 2ª visitas, tendo visto depois disso a minha mãe a piorar não só na memória como na confusão de ideias e desorganização nunca vistas por mim numa conversa simples,  como também já deixei registado nos emails anteriores e por ter visto na minha última visita do dia 20/10/2022 um estado ainda pior da minha mãe em relação aos outros dias, em que parece que terei de mentir dizendo que está tudo bem nas próximas visitas para ver resgatada a minha mãe,  porque francamente parece que o internamento só a prejudicou, tendo tido o seu efeito útil nos primeiros dias, mas perdendo completamente o seu efeito útil em que sinto que estou a perder a minha mãe, pergunto que medicação foi administrada à minha mãe no início do internamento até ao dia 3/10/2022 e que medicação foi depois administrada até aos dias de hoje depois do dia 3/10/2022, solicitando o registo da medicação. Informo que a escrita da minha mãe está horrível, parece "rupestre", sem nexo nenhum completamente alterada e "estragada". Basta espreitar a primeira página do caderno da minha mãe, sendo a escrita um ótimo indicador do Exame Psiquiátrico do Estado Mental de Robert W. Baker e Paula T. Trzepacz, tendo provas da escrita da minha mãe anteriores ao internamento.

 

Com os meus melhores e sinceros cumprimentos,

Raul Catulo Morais

 

Presidente do Tribunal dos Concursos e Leilões de Jupiter

Autor-Fundador-Embaixador e Representante Legal de Jupiter

 

https://www.jupitereditions.com/tribunal-dos-concursos-e-leil%C3%B5es

 

www.jupitereditions.com

Email  enviado às 10h54 de 22/10/2022 ao Exército:

Exmo. Coronel Marques

Exmo. Major Brito

 

Exmo. Chefe do Estado-Maior Nunes da Fonseca

Solicito em nome da Jupiter Editions com o conhecimento da Força Aérea se posso tomar posse da tomada de uma das tendas militares montada no Jardim da Liberdade de Santarém sem atrapalhar durante o dia de hoje para ligar o meu computador e acabar de escrever a Terceira Parte do Romance Cigano e Romance Militar em Internet das Coisas que tenho em mãos e que a Primeira Parte já foi publicada online no site da Jupiter Editions no Arquivo Illumminnatti referendado no Daily Jupiter. 

Apenas necessito da tomada para ligar o computador,  não precisando de mais nada, podendo sentar-me no chão da tenda, podendo a tenda ficar aberta e ser movimentada normalmente com as interferências naturais e podendo a escrita ser assistida e filmada em tempo real por qualquer um dos militares, bem como interrompida para conversa com os militares.

 

Solicito igualmente se posso tomar posse da tomada de uma das tendas militares amanhã, domingo dia 23 de outubro, na parte da manhã e na parte da tarde para abrir a 5º Audiência com Chamada de Inquérito e Pré-Decisão da Arbitragem do Caso nº66 "Internamento Psiquiátrico - Hospital Psiquiátrico de Santarém da Drª Lucy" em exposição no Tribunal Virtual Maçónico dos Concursos e Leilões de Jupiter e para as gravações dos episódios de Direito Administrativo e Economia do Regresso às Aulas da New Disney da Jupiter Editions. https://www.jupitereditions.com/tribunal-dos-concursos-e-leil%C3%B5es

 

No parte do Romance Militar, as tendas militares montadas no Jardim da Liberdade, o Drone Raven, o Drone Puma e um dos paraquedistas entrou como personagem principal no romance ligando numa Internet das Coisas o Romance em Mãos com o Diário de Salva-Vidas de Porto Santo já publicado online no site da Jupiter Editions no Masons Diary. Pergunto se posso usar o apelido do paraquedista abreviado LEVY ou se se pode usar o apelido estrangeiro sem abreviatura ou se devo usar o meu 13º pseudónimo Dmytro Krupka para não identificar o paraquedista no romance.

 

Pela conversa que tive na tenda militar das Forças Especiais dos Comandos fiquei com vontade em partir em missão de 6 meses com os Comandos ou com os Paraquedistas com a minha escrita para a República Centro Africana para escrever um Diário Militar de Manutenção da Paz depois de concluído o meu último ano em curso na Licenciatura em Direito, apresentando-me como Voluntário.

 

O presente romance em mãos será publicado online no Tribunal dos Concursos e Leilões, no Arquivo Illumminnatti com referência no Daily Jupiter e nos Ficheiros Secretos onde foram vazados por mim os meus primeiros 9 livros.

Cordialmente,

Raul Catulo Morais

Esquizofrenia - Target
00:00 / 15:02

Referência de Jogo: Esquizofrenia - Target - A pegada digital de Ralf Kleba-Kodak e Gene Esquizofrénico e Teoria Epigenética do Golf d'O Algoritmo do Amor de Jaime Ayala

Hetero-diagnóstico do pai de Raul sobre o Estado Mental de Raul Catulo Morais

Relatório de Visita 22/10
00:00 / 33:37
1ª Chamada de Inquérito - Ana Rute
00:00 / 18:18
Pré-Decisão
00:00 / 19:32

Fica provisoriamente encerrado o Caso nº66: "O Hospital Psiquiátrico da Dr. Lucília: Neptune conta a história de Jupiter no Internamento de Psiquiatria". Sem mais movimento no Tribunal durante 7 dias fica encerrado automaticamente o caso valendo a Pré-Decisão do Julgamento de Paz em Arbitragem como Decisão Final da Arbitragem de Paz do Tribunal.

Fica por ser entregue ao Tribunal o Relatório Médico de Lígia, as análises genéticas e o Raio-X do crânio de Raul para despiste de doenças psiquiátricas e neurológicas, bem como o Raio-X panorâmico da mandíbula e o Curriculum Vitae, para independentemente da Decisão da Arbitragem de Paz não perder a idoneidade para presidir os casos a seguir. Poderá continuar a presidir se o atraso das provas e documentos requeridos pelo Tribunal não se dever por culpa sua, valendo o atestado e juízo de idoneidade de Raul assim que entregue ao Tribunal. 21h30 23/10/2022 [Jardim da Liberdade, Santarém, Seleção nº66]

O Presidente do Tribunal Virtual-Maçónico dos Concursos e Leilões de Jupiter

Raul Catulo Morais

Foi aberto o EPISÓDIO DE URGÊNCIA da 6ª audiência do Caso nº66: "O Hospital Psiquiátrico da Dr. Lucília: Neptune conta a história de Jupiter no Internamento de Psiquiatria". 17h17 24/10/2022 

Email enviado ao Conselho Disciplinar da Ordem dos Médicos 18/10/2022 às 10h47

Exma Presidente Maria do Céu

Exmo Presidente Jacinto 

Exma Teresa Maria

Exma Maria Luísa

Exmo Francisco JR

Exmo Fernando MT

 

Exmo Presidente da Mesa da Assembleia Luís 

Exma  Vice Presidente da Mesa da Assembleia Paula de Jesus

 

Exmo Presidente do Conselho Regional Alexandre

Exmo Vice-Presidente do Conselho Regional Jorge 

Exma Vogal do Conselho Regional Maria Isabel PS

 

Na sequência da abertura do Tribunal Virtual Maçónico dos Concursos de Jupiter com o 1º Caso nº66: "O Hospital Psiquiátrico da Dr.ª Lucy" em que as gravações na Entrevista Familiar da Consulta de Psiquiatria  foram entregues e publicadas como Provas de Jogo no Tribunal, tal como outros  documentos e áudios dá-se o conhecimento à Ordem dos Médicos da abertura do Tribunal  e da publicação  da 1ª, 2ª e 3ª audiência dando-se por encerrado o caso se não houver mais movimento no Tribunal sobre o caso no espaço de 7 dias.

 

Deixo o link direto para o Tribunal virtual com os áudios da 1ª, 2ª e 3ª audiências.

 

Envia-se em anexo as Regras do Tribunal Virtual sobre o Caso.

 

https://www.jupitereditions.com/tribunal-dos-concursos-e-leil%C3%B5es

 

Cordialmente,

Raul Catulo Morais

18/10/2022, 10:47 (há 6 dias)

para mim

Exmo(a). Senhor(a),

 

Agradecemos o seu contacto.

O Conselho Disciplinar Regional do Sul da Ordem dos Médicos acusa a receção da sua mensagem, a qual será analisada com a maior brevidade possível.

16:34 (há 3 horas)

para mim

Exmo. Senhor

Raul Catulo Morais

 

O Conselho Disciplinar Regional do Sul da Ordem dos Médicos, acusa a receção da participação apresentada por V. Exa., junto da Ordem dos Médicos, a qual agradecemos.

Cumpre-nos informar que, de modo a ser dada continuidade à mesma, terá V. Exa. que, no prazo de 15 dias (úteis), remeter a este Conselho Disciplinar Regional do Sul da Ordem dos Médicos, nova participação, redigida de acordo com o descrito no art.º 9º, do Regulamento nº 631/2016, que determina:

 

1 - A participação deve ser redigida em língua portuguesa, sem necessidade de formalismos especiais, e deve ser inteligível, com relato concretizado dos factos suscetíveis de constituírem infração disciplinar, identificação do médico visado, e manifestando clara intenção de participação disciplinar.

2- O participante deve identificar-se na participação pela indicação de nome completo, morada e pela junção de cópia legível de seu documento de identificação civil.

3– Tratando-se de pessoa coletiva deve a participação identificar claramente a mesma bem como o seu representante legal.

4- A participação de factos suscetíveis de constituir infração disciplinar sem que o denunciante esteja identificado pode motivar uma participação por parte de um órgão executivo da Ordem dos Médicos.

 

A ausência de resposta de V. Exa. determinará o arquivamento da presente participação.

 

Com os melhores cumprimentos,

Maria do Céu

Secretariado

Conselho Disciplinar

20:55 (há 0 minutos)

para paula, lucilia, nuria

Notifica-se que foi aberto o episódio de urgência  da  6ª audição relativo ao caso nº66. Por "pressão" do Conselho Disciplinar da Ordem dos Médicos que atribuiu um prazo de 15 dias a Raul Catulo Morais e à Jupiter Editions para formalizar a remissão do Caso  nº66 ao Conselho foram alteradas as regras. Comunicam-se as novas regras com  o fundamento de Raul Catulo Morais ter ouvido lúcida a sua mãe em chamada telefónica detetando o bom estado mental de sua mãe.

 

1 - Se a lucidez e o novo estado mental de Lígia Catulo Morais  for verificado pelo filho Raul Catulo Morais nas próximas visitas de terça-feira e quinta-feira, dia 25 e dia 27 de outubro de 2022 espera-se Nota de Alta até sexta-feira, dia 28 de outubro de 2022. Se não for dada Nota de Alta até ao dia 28 de outubro de 2022, esperando-se a Nota de Alta antes da data, se Raul Catulo Morais entender que o Estado de Saúde Mental de sua mãe não justifica a continuação no internamento transforma o filme do caso em queixa e denúncia formal remetendo o caso ao Conselho nos termos do art. 9º do Regulamento 631/2012. 

2 - Pela intervenção indireta da Ordem dos Médicos ao Caso nº66 fica sem efeito a possibilidade da equipa médica poder impugnar os filmes publicados, podendo a equipa médica formalizar queixa contra Raul Catulo Morais e contra a Jupiter Editions nos termos do artigo 199º do Código Penal.

3 - Para aproveitar o prazo legal de 15 dias da Ordem dos Médicos atribuído a Raul Catulo Morais e à Jupiter Editions e tendo o Tribunal Virtual dos Concursos requerido a entrega do Relatório Médico obrigando Raul Catulo Morais e  a Jupiter Editions a remeter o caso e a formalizá-lo à Ordem dos Médicos no caso de não haver Nota de Alta até ao dia 28/10/2022 de Lígia Catulo Morais  e no caso de não  ser entregue o Relatório Médico com o Registo da Medicação até ao dia 4 de novembro de 2022, estatui-se como prazo limite a entrega do Relatório Médico de Lígia Catulo Morais com a respetivo registo de medicação administrado durante o internamento até ao dia  4/11/2022 para o presente endereço de email de Raul Catulo Morais ou para o email publish@jupitereditions.com da Jupiter Editions, sob pena de Raul Catulo Morais e a Jupiter Editions estarem obrigados a remeterem o caso e a formalizá-lo ao Conselho Disciplinar da Ordem dos Médicos pela Pré-Decisão do Julgamento de Paz em Arbitragem do Tribunal Virtual dos Concursos de Jupiter.

4- Só a Drª Paula poderá impugnar a parte do filme da 2ª Reunião  Familiar, por ter sido considerada  personagem principal. Caso impugne o filme, Raul Catulo Morais gravará por cima da gravação a personagem da Drª Paula.

5 - Vale a publicação do presente email como Alteração das Regras e estabelecimento dos novos prazos.

 

Solicita-se à Drª Paula e Drª Lucília que façam chegar o email ao conhecimento da Dr.ª Bruna, do Dr. Luís e do Dr. Ricardo.

 

Cordialmente,

Raul Catulo Morais

 

Presidente do Tribunal Virtual dos Concursos

Auto-Árbitro e 1º Árbitro do Caso nº66

 

https://www.jupitereditions.com/tribunal-dos-concursos-e-leil%C3%B5es

Fica provisoriamente encerrado o Caso nº66: "O Hospital Psiquiátrico da Dr. Lucília: Neptune conta a história de Jupiter no Internamento de Psiquiatria", esperando-se a Nota de Alta de Lígia Catulo Morais até ao dia 28/10/2022 e o envio por parte da equipa médica do Relatório Médico e do Registo Medicação Administrada até ao dia 4/11/2022 ficando DESTARTE encerrado automaticamente o caso valendo a Pré-Decisão do Julgamento de Paz em Arbitragem como Decisão Final da Arbitragem de Paz do Tribunal. [6[6[ Pela visita noturna de Raul Catulo Morais à Capela dos Ossos com os militares Dmytro e Goulart das Forças Especiais dos Paraquedistas e dos Comandos do Exército fica Raul Catulo Morais obrigado a entregar também ao tribunal um raio-X da coluna vertebral pela história clínica do osso inteligente Osteofitose contada na Capela dos Ossos para comprovação que Raul Catulo Morais está impedido de fazer trabalhos forçados e de peso ficando aliviado dos trabalhos de carpintaria e mais pesados na Obra dos Illumminnatti Games. A coluna vertebral, o crânio e a mandíbula de Raul Catulo Morais deverá ser entregue ao Jupiter Editions Dark Museum se for recusado pela Capela dos Ossos, pelo Madame Tussauds, pelo Museu da Polícia Judiciária, pelo Museu do Ar da Força Aérea, pelo Museu da Marinha, pelos museus do Exército e pelo Jupiter Editions Museum. ]9]9] 22h02 24/10/2022.

O Presidente do Tribunal-Virtual Maçónico dos Concursos e Leilões de Jupiter

Raul Catulo Morais

«Não me posso esquecer, porque não me posso esquecer da história que uma Equipa de Enfermagem e uma Equipa de Advogados da Ala da Opus Dei me contou, que eu era para ser abortado e que só não fui abortado por causa de uma Comunhão de Esforços que por causa da hora e do dia do meu nascimento, 19 de abril de 1992, domingo de Páscoa, dia de Aleluia e Ressurreição de Cristo me decidiu estupidamente proteger numa estúpida adoração. A inspeção maçónica do meu DNA viu um número infinito de cincos, de seis, de setes, de oitos e de noves. À Ala mais Satânica da Opus Dei foram mostrados os 6, fazendo com que uma Ala Importante protegesse o meu espírito por uma estupidez de coisas. A Ala Importante decidiu fazer uma pesquisa para ver outras datas importantes na família e descobriu uma história oculta numa 2ª Cédula de Nascimento, numa cédula falsa. Na história da cédula falsa, o neto satânico-cristão tem uma avó que nasce no dia 31 de outubro, no aniversário de Satanás. Por se ter criado a primeira história falsa sobre a avó, a Opus Dei decidiu criar uma segunda história falsa para o neto, criando uma segunda cédula também para o neto. No programa maçónico o neto foi enviado para Porto Santo e a Equipa de Enfermagem, a Equipa de Advogados, o Exército e a Força Aérea testemunharam que a Nave Espacial nº9999 visitou "o Luar" em Porto Santo. Numa Secreta Aliança o Exército e a Força Aérea ficaram com a história da Nave Espacial nº9999 filmada com o Drone Puma e com o Drone Raven. A Marinha ficou de fora da história. Mas os fuzileiros entraram às ocultas na história para o Jogo de Batalha Naval contra a própria Marinha. Há uma nave espacial na história, que muda a história toda, mas que sobretudo protege a história, blindando-a à Prova de Bala, protegendo-a até de um Ataque Nuclear. Porque o Espírito que era para ter sido abortado, quando "devia ter sido abortado" não foi abortado. E por isso, informatizou-se. Tornou-se num "vírus inteligente". Pelo Espírito se ter tornado num "vírus inteligente", o Espírito conseguiu sobreviver na Era Tecnológica. Numa Era Tecnológica temos de ser inteligentes e "tecnológicos", senão podemos ser editados. Não fui editado quando devia ter sido editado. Tornei-me num erro. Sou um erro do Sistema. Eu devia ter sido abortado e editado. Mas não fui. Agora, sou impossível de ser abortado. Porque já nasci, agora, sou impossível de ser abortado. Uma Ala da Opus Dei entrou em casa para "confiscar" a 2ª cédula. Depositou a história da minha 2ª cédula no cofre do banco com a história da 2ª cédula da minha avó. Fiquei com o código nas mãos e com a morada do banco. As cédulas foram depositadas num banco estrangeiro. No meio de toda a história, o depósito ter sido num banco estrageiro faz sentido.» 19h11 Raul Catulo Morais 26/10/2022 «No entanto, apesar de ter sido protegido na história pela Opus Dei eu ataco a torto e direito a Opus Dei, enquanto a Opus Dei não libertar o meu espírito, as minhas histórias e as minhas coisas, estando-me pouco lixando se a Opus Dei fica ofendida e se no Jogo das Ofensas a Opus Dei, ou os filhos ou advogados do Diabo da Opus Deis me levarem ao Tribunal Maçónico.» «Porque o meu Espírito só poderá ser julgado no Supremo Tribunal de Justiça. Porque o meu Exército de Advogados fará subir o Caso nº666 até ao Supremo Tribunal de Justiça.».  História do Tribunal enviada ao Presidente e ao Conselho Geral da Comissão de Defesa dos Atos Próprios da Advocacia e ao Bastonário da Ordem dos Advogados. Raul Catulo Morais, Green Code: 9999.9999.9999.OK! 

DA DECISÃO DO TRIBUNAL DO CASO Nº66, 21h09 de 28/10/2022: Porquanto não tenha sido dada a Nota de Alta a Lígia até 28/10/2022 e porquanto a equipa de médicos não tenha respondido às questões de Raul Catulo Morais nem sequer ter dado notícias médicas desde o dia 20/10/2022 (há mais de 8 dias) fica Raul Catulo Morais obrigado com a Jupiter Editions a remeter o caso ao Conselho Disciplinar da Ordem dos Médicos de acordo com o art.9 do Regulamento 631/2016 para o avanço do início do Processo de Participação Disciplinar contra os médicos Dr.ª Lucília e Dr. Ricardo, identificando como testemunhas do Processo os médicos Dr.ª Bruna, Dr. Luís e Dr.ª Paula. A cópia deverá ser publicada no Tribunal com a ocultação dos apelidos dos médicos, bem como de outros dados que possam identificar os médicos. Estatui-se o prazo a Raul Catulo Morais de 11 dias para remeter o caso, sob pena de perder a presidência no Tribunal. Apenas poderá Raul Catulo Morais deixar de remeter o caso se for informado que o caso é uma Simulação do Tipo 666 ou se estiver integrado num conjunto de teatros maçónicos também do Tipo 666. No entanto, a não remissão do caso deverá ser negociada com o Tribunal através do Centro de Negócios e Parcerias Sustentáveis Para o Futuro da Jupiter Editions ou através do Centro 66 de Patrocínios da Jupiter Editions ou diretamente com a Jupiter Editions e terá de ter vantagens para as partes prejudicadas, sobretudo para Lígia. Fica esta a decisão e fica assim fechado o caso no Tribunal com a remissão à Ordem dos Médicos. [6[6[ Propõem-se um pedido de indemnização aos médicos de base de licitação de 66 mil € que poderá ser pago pelo Hospital de Santarém por danos morais e por danos patrimoniais em que se inclui o prejuízo das encomendas perdidas do Doce Bebinca de Lígia Catulo Morais e um outro pedido de indemnização aos médicos de base de licitação de 12 mil € que poderá ser pago pelo Hospital de Santarém por danos  patrimoniais difíceis de se calcular pelo prejuízo e pela falta do fado de 7 noites de Lígia Catulo Morais no restaurante da Cavalariça da Casa do Campino na Feira da Gastronomia. 21h09 28/10/2022 Santarém, Triste Feira da Gastronomia Sem o Doce Bebinca e Sem o Fado de Lígia Catulo Morais (Em Teletribunal com Decisão Automática de Juiz Virtual). ]9]9]

O Presidente do Tribunal-Virtual Maçónico dos Concursos e Leilões de Jupiter

Raul Catulo Morais

Caricatura do Direito Penal
00:00 / 26:12
Urgência - Resgate
00:00 / 05:22
Prazo Ordem dos Médicos - "Pressão"
00:00 / 07:32
Anexo à Pré-Decisão
00:00 / 12:36
Indemnização de 66 mil €
00:00 / 07:40
Dr. Ricardo Sem Apelido
00:00 / 04:22

Chamadas de 26/10/2022 - 1ª Chamada às 17h44 e 2ª Chamada às 18h06

Caricatura feita na Montanha Jupiter à frente do Tanque de Guerra do Exército 9999 com o Drone Raven por cima, dentro do Trator Komatsu do Exército sem Carta de Condução de Tratores contra a Nota Prévia da 3ª Edição do Código Penal

<