top of page

Ficheiros Secretos 
JUPITER EDITIONS

Vazamento dos Primeiros 9 livros Completos da Jupiter Editions 9/9/2022
O Algoritmo do Amor foi vazado em 7/7/2022 in Illumminnatti Games 
Vazamento Completo às 23h44 de 9/9/2022 dos 9 livros dentro do Prazo Legal do Programa Masonry in Kanal Jupiter. 

Target - A Pegada Digital de Ralf  Kleba-Kodak (222 págs. 1,44MB)


Paranóide Tecnológica de Federico Ferrari (189 págs. 1,17MB)


Os Autores do Sistema de Sebastião Lupi-Levy (392 págs. 2,67MB)


À Velocidade da Luz de Gil de Sales Giotto (369 págs. 1,67MB)


Jupiter de Gabriel Garibaldi (229 págs. 1,50MB)


2080 de Antoine Canary-Wharf (969 págs.  4,58MB)


Cavaleiros Tecnológicos de Barac Bielke (159 págs. 1,22MB)


O Deus Tecnológico de Simão Roncon-Oom (155 págs. 1,28MB)


 

§ Hey, R.

§ Hey...

§ Mais tarde ou mais cedo ele virá reivindicar os direitos dele nas tuas histórias. Virá reivindicar o nome dele. Dirá que uma ou outra frase são dele, porque têm a expressão dele, o sentimento dele e o espírito dele. Dirá que gravaste o apelido dele nas histórias da tua vida e que por isso elas lhe pertencem. Não te poderás esquecer que és tu o dono de todas as obras e que só lhe entregaste toda a tua fortuna por amor. É normal teres ficado com o espírito e com a expressão psiquiátrica dele. Também ele ficou com a tua expressão jurídica e política de ver as coisas.  Fizeste um testamento onde escreveste o nome dele, como o principal legatário e como o primeiro herdeiro legítimo da Ordem Hierárquica das Sucessões. Foi por  isso que te quiseste casar com ele pelo Código das Sociedades Comerciais para manobrares legalmente o Sistema e em Legítima Defesa contra o Código Civil que não tem o Regime do Código dos Namorados de Jupiter de Gabriel Garibaldi. Pensaste na tua morte,  por amor. Quiseste deixar as coisas feitas. Usaste como Estratégia Inteligente a Sociedade Jupiter Saturn para celebrares dissimuladamente um casamento urgente com ele, para caso tu morresses ele ficasse bem com a condição de continuar o projeto filantrópico da Jupiter Editions. Foste  verdadeiramente filantropo desde o Início de Vida, apesar de teres sido silenciado pela Maçonaria. Mas ficou tudo à vista. Deixaste tudo à vista. Imprimiste o teu coração e abriste os teus livros  e os teus cadernos. Entraste por isso para os Illumminnatti Games. Entraste com as tuas obras para jogares o jogo maçónico contra a Maçonaria. Não és anti maçom. És um maçom sem avental. É diferente. É uma "posição privilegiada de ver as coisas" diferente. Também tens de bater as pedras nas obras, mas bates livremente. És um pedreiro-livre. És filho de pedreiros. O teu pai bateu as pedras do hospital e depois entrou como médico no hospital com a máscara de "Técnico Auxiliar de Medicina". Saiu do hospital e foi bater as pedras do tribunal e entrou como magistrado no tribunal com a máscara de "Técnico Auxiliar de Justiça". Como se fosses uma Cabra-Cega escreveste vendado  n'O Algoritmo do Amor um Jogo de Máscaras e Personagens que se tornou real. Foi por isso que entraste primeiro nos Illumminnatti Games com O Algoritmo do Amor nas mãos. Viste que nos jogos maçónicos O Algoritmo do Amor  se tinha tornado numa mentira. O Jogo de Mentiras existe na realidade para às vezes pintar de Cor de Rosa uma Realidade... Tal  como se tornou mentira O Algortimo do Amor,  também se tornou numa mentira o casamento dissimulado da Sociedade Jupiter Saturn. Terá sido por causa de um Neptuno que entrou no meio da história? Quem é Neptuno no meio da história e no meio da história onde é que fica Neptuno? Com o divórcio da Sociedade Jupiter Saturn não te esqueças de rasgar o testamento que deixaste. Não te esqueças que o testamento é livremente revogável em vida. É só usares analogicamente o artigo do Código Civil para rasgares  o testamento e dares cabo de uma vez por todas d'O Algoritmo do Amor. Há 6 Algortimos do Amor. Terás de pegar fogo a um dos 6 Algoritmos do Amor. Nasceste com uma Base de 6 Algoritmos Básicos, mas eles evoluíram. Evolui também com eles. Deixa-os evoluírem-te. Estás numa Evolução. Evolui! Simplesmente evolui, R. Chama um dos  Advogados de Jupiter para rasgar o testamento oferecendo-lhe um dos Algoritmos do Amor. Se não rasgares o testamento, é Saturn que beneficiará com a tua Morte e que herdará a Jupiter Editions. Jupiter e Terra, ao contrário de Saturn, beneficiam com a tua Vida e não com a tua Morte. Ceres e Neptun também beneficiam com a tua Vida. Entraram na Guerra Invisível de Tensão Cósmica secretamente a favor de Jupiter contra Saturn, apesar de Neptun aparecer no Sistema Solar como neutro. Lembra-te do divórcio dissimulado no Registo Comercial para não te esqueceres de rasgar o testamento e seguir em frente. Não te deixes levar pelos bolinhos de papoila nem pela "droga do amor". Ele drogou-te com sementes de papoila. Os bolinhos de papoila que ele trouxe para a Mesa dos Bolos e Doces dos Illumminnatti Games têm droga. Chama a Polícia Judiciária, R. [Se voltares a apaixonar-te por ele chama a Polícia Judiciária e pede para falar com o psiquiatra militar Ludgero da Polícia Judiciária. Só o Ludgero poderá enfrentar a Psiquiatria de Maquiavel dele. Escreveste um romance psiquiátrico com ele na cama.]» 14h37 11/09/2022 Raul Catulo Morais (Último Anexos dos Illumminnatti Games in Livro Proibido: Um amor maçónico numa maçonaria dos diabos).

 

 

«Olá!»

«Olá!»

«Trouxe-te um novo balão...»

«Obrigado.»

«E trouxe também bolinhos de papoila...»

«Obrigado.»

«Conseguiste...»

«Parece que sim...»

«Parabéns!»

«Obrigado...»

«O meu voo é só à noite... Queres vir jantar lá ao hotel?»

«Não, obrigado. Vais voar para onde? Para Titã?»

«Para Miranda. Mas faço primeiro escala na Irlanda... Mas já tens planos, é isso?»

«Por acaso, não tenho. Mas não quero jantar contigo. Vieste pelo dinheiro?»

«Raul... Eu nunca voltaria a aparecer pelo dinheiro... Acho que me conheces um bocadinho... Até porque não preciso de dinheiro...»

«Ai, conheço-te? Lol...»

«Não digas "lol"... Ficas menos bonito...»

«Desapareceste quando tínhamos 30 anos...»

«Eu só tinha 26...»

«Lol... Desapareceste quando tínhamos 30,  agora apareces quando temos 40?...»

«Eu ainda não estou nos 40... Só tenho 36... Mas estás muito bonito, Raul... Nem parece que saíste dos teus 26,  dos teus 30...»

«Obrigado. Tu parece que estás com 56 ou com 66...»

«Pareço mesmo que tenho 56?»

«Ya, pareces... Parece que o Feitiço se virou contra o Feiticeiro, não é?»

«Eu não te lancei nenhum feitiço para envelheceres mais rápido. O feitiço que eu lancei foi para parar o tempo, para fazer o que tinhas de fazer com o tempo parado. Parece que o tempo nem passou por nós e passaram-se 10 anos. Lembro-me de tudo, Raul. E sei que também consegues agora ver com outros olhos como foram as coisas e porque é que as coisas foram feitas como tinham de ser feitas.»

«Eu não gosto da tua conversa e não gosto dessa conversa. Parece a conversa lá em casa da Tia Giralda por causa da merda da história das joias em que tu dizias que conseguias ouvir a tia Giralda a dizer "que havia coisas que tinham de ser feitas" num Jogo de Chaves e num Jogo de Joias igualzinho à história da Carminho e do Xico Castelão... Sabias disso?»

«Han? Não... Calma... Isso eu não sabia... Que história é essa?»

«Quando a tia da Carminho deu as chaves da casa à Carminho para o Xico ir viver com ela, foi no mesmo dia em que a minha tia me deu as chaves da casa dela para irmos os dois viver para a casa da minha tia por 11 anos... No dia em que a minha tia apareceu lá em casa a dizer que faltavam joias, foi no mesmo dia em que a tia da Carminho apareceu em casa dela a dizer que faltavam joias e a Carminho pôs as culpas em cima do Xico e separou-se dele para ficar com a casa da tia no jogo. Era o que a minha família queria que eu fizesse contigo e que eu nunca fiz. Uma Maçonaria quis separar-nos e conseguiu separar-nos, porque tu cedeste e não me contaste a Verdade. Até tu querias que nós nos separássemos num teatro maçónico entre nós os dois só para eu ficar com a casa e com a vista do Castelo de Palmela sobre Setúbal, Troia, Comporta e Melides; mas eu não aceitei, porque nunca aceitaria viver contigo num teatro e num jogo maçónico a não ser que jogássemos os dois do mesmo lado com o mesmo grau de informação. A Carminho perguntou-me na mesa do Restaurante Mexicano como é que eu pagava o passe de Santarém para Lisboa se não trabalhava e eu disse que era o meu pai que me pagava o passe. O jogo maçónico mandou o meu pai cortar-me o passe para ir para a Faculdade de Direito e tu começaste a trabalhar na Empresa de Dados com a sede em Canary-Wharf para eu poder continuar a estudar e a namorar contigo em Lisboa... Muito sinceramente,  já nem sei se "o corte do passe" fazia parte do programa do jogo e se tu sabias ou não maçonicamente do jogo.  Vi-te ligado numa Internet Invisível ao meu pai no dia do Congresso dos Médicos e na Ilha dos Piratas. Com o jogo todo perdi as respostas importantes às perguntas importantes. Muito sinceramente...»

«Já usaste "muito sinceramente" atrás na conversa...»

«LOL! Muito sinceramente, não sei se foste ou não um cavaleiro ou um algoritmo enviado pelo meu pai, pelo jogo ou por uma Maçonaria dos Diabos. Começo a acreditar no argumento que O Algoritmo do Amor foi um romance escrito dentro de um episódio dos Cavaleiros Tecnológicos de Barac Bielke.»

«O nosso primeiro beijo foi na Pensão do Amor... Que mão invisível é que terá pago o quartinho da Pensão dos Namorados? Quem é que terá ficado dono do filme dos namorados? Parece que um dos namorados não viu as câmaras no primeiro dia...»

«LOL! Nós beijámo-nos nas escadas. Namorámos sempre nas escadas. Não entrámos em nenhum quarto da pensão...»

«Ya... Começamos a foder logo nas escadas da pensão... Mas parece que alguém queria arrombar um dos quartos abandonados da pensão com o seu Direito Real de Usucapião... Raul, olha para mim... Olha-me nos olhos e vê as tecnologias que eu trago nos meus olhos. Estou despido de tecnologias. Só as vesti na Ilha dos Piratas quando o jogo mandou tentar Hipnotizar-te com as Regras de Ilusionismo... Lembraste porque é que deixámos de "assaltar" a pensão e de irmos para o último andar das escadas do prédio?»

«Claro, que me lembro. Quando uma câmara de filmar foi instalada.»

«Raul, por  muito que tudo isto te custe ouvir... Se tu não tivesses visto a câmara eu não te poderia dizer nada, porque estávamos ligados em Rede quando subimos nessa mesma vez. Por teres sido tu a ver, nós descemos e nunca mais lá voltámos e fomos arranjar outro spot para namorar. Mas outros  casais não tiveram a mesma sorte e foram parar a uma Dark Net Porn obviamente controlada e Cotada em Bolsa. Eu não tenho a Maçonaria do Ministério Público e  da Polícia Judiciária que tu tens do teu lado do Exército Jupiter... Tenho outras, Raul. Ficaste com o Exército Jupiter, eu fiquei com o Exército Saturn. Foi por isso que sempre te disse  que tu e eu nos completávamos. As nossas maçonarias são diferentes. As que me defendem não te defendem, mas não  te atacam por causa das tuas maçonarias invisíveis e por causa das legiões de cima. Não as consegues "ver" sempre. Só às vezes. Mas estás a vê-las neste momento. Faz parecer um Filme Maçónico. Mas não. É vida real.  Se eu te fizesse mal neste momento, o Cabeça de Ferro que está ali sentado como se nada fosse com o bonezinho de golfe dava cabo de mim. Mas se tu me fizesses mal neste momento a Cabeça de Boi que está à janela mandava-te um tiro. A seguir morria, ele sabe. Mas seria um auto sacrifício. Completaste o Estudo Maçónico até ao Final quando chegaste à Maçonaria da Polícia Judiciária e da "Tesouraria" da Faculdade de Direito e da Faculdade de Medicina, que são as últimas a serem estudadas do Curso de Ciências Ocultas que abriste na Escola Secreta de Jupiter durante a tua Grande Caminhada Maçónica da Grande Lua Cheia do dia 9 do 9 de 2022 depois de teres vazado os 9 livros. Sei que cumpriste o programa sem veres o programa, como sempre, como uma cabra-cega. Eu vi-te de Titã a desceres nesse dia a Montanha Jupiter e a passares pelo nosso spot onde montávamos clandestinamente a nossa tenda, como te vi a fotografares o meu rosto na parede, como te vi a subires a Escadaria Real dos Idílicos debaixo do Castelo depois de teres passado pela nossa mesinha de Piquenique onde me apresentaste pela primeira vez à tua Maçonaria, sem saberes ainda que era a tua Maçonaria. Foi a Cabeça de Ferro que passou nesse dia, a tal cabeça que te salvou de uma cabeçada que te mataria...»

«Porque é que fizeste aspas no ar como quando disseste tesouraria?»

«Não sabes, Raulzinho?»

«Diz lá...»

«Alguém tinha uma dívida de 2.000€ na Faculdade de Direito, mas misteriosamente a dívida passou para 966€.... A dívida foi liquidada e misteriosamente apareceu um Novo Saldo em Dívida de 666€ no Portal relativo a "propinas futuras" que bloqueavam o Processo de Inscrição e alguém tentou fazer print do Novo Saldo em Dívida de 666€, mas misteriosamente a tecla print não funcionava e alguém foi a correr enviar um email Urgente à Tesouraria a falar do Erro de Saldo em Dívida...»

«Foste tu que enviaste o erro?»

«Não fui eu... Foi o Algoritmo...»

«Foste tu que programaste o Algoritmo?»

«Ya... Just Fun... Só para sentires a minha tecnologia... Só para assistires à vulnerabilidade do Portal...»

«Pirateaste o Portal da Faculdade de Direito lol...»

«Ya... Portal fraquinho... De Titã os portais da Terra não valem nada... Fui eu que projetei de Titã um Portal Mágico de Titã na tua Grande Caminhada da Grande Lua Cheia do 9 do 9 na "nossa" Fonte Sagrada e vi-te por isso a subires ao telhado da "nossa" Fonte e a lembrares-te das vezes que eu te beijei o peito na Fonte Sagrada como se te tivesse a comer o coração. Podíamos ter sido multados, mas uma Polícia Maçónica Militar montada a cavalo protegeu com binóculos o nosso namoro... Se tiveram os mesmos orgasmos que nós, não sabemos nem nos importa.

Talvez num Episódio dos Cavaleiros Tecnológicos de Barac Bielke, a Angel Studios seja a Jupiter Editions e a Eagle Studios seja a Saturn Editions... No argumento, a Jupiter Editions nasceu como Legítima Defesa e Resposta aos jogos "ilegais" da Saturn Editions... Estou só a tentar construir contigo a história... Podíamos voltar a escrever uma nova história em coautoria, mas desta vez com os nossos nomes verdadeiros e não com os nossos pseudónimos. Deste-me imensos pseudónimos nas histórias... Foi por isso que voltei. Para escrever uma nova história contigo sem pseudónimos.»

«Eu não vou escrever contigo romance nenhum em coautoria.»

«Quem é que falou em romance, Raul? Quero escrever contigo uma história diferente daquilo que vivermos os dois. Se viajamos para Djerba, quero escrever contigo uma história em Porto Santo. Se viajamos para a Arábia Saudita, quero escrever contigo uma história no Uruguai. Conseguiste as parcerias importantes em Montevidéu?»

«Deixaste-me com 30 anos no dia 25 de agosto quando fui procurar por ti com a merda da seguinte mensagem de jogo "Acredito que possas ter perguntas, mas há perguntas às quais nunca temos resposta nesse caso vais ter de aprender a viver com elas e tirar as tuas próprias conclusões"??? E agora voltas a procurar-me e apareces com toda uma nova história, Dimi? Com uma história de merda? Porque é uma história de merda! Para mim é uma história de merda que não vale  nada! Tu mataste-me em Mata Lobos. Tu tentaste matar-me em Mata-Lobos. Sobrevivi no Jogo do Amor que eu nunca quis jogar e que tu me obrigaste a jogar. Não fiz logo o luto e por isso voltei depois a procurar-te quando "percebi o jogo" e vi "o jogo com outros olhos", mas tu deixaste-me ainda mais confuso com a merda da mensagem que me enviaste. Foi como se me tivesses voltado a pôr outra vez no jogo, quando eu já tinha saído do jogo.»

«Então, tu vieste procurar-me só para me fazer perguntas... Só porque eu te disse em Mata-Lobos que quando depois tivesses perguntas poderias fazê-las no futuro... Mas só me vieste procurar para me fazeres o Jogo das Perguntas... Por isso dei-te no jogo essa resposta... Eu ainda te amo, Raul! E eu quero-te! És tu quem eu quero! As coisas tinham mesmo de ser feitas assim, Raul.»

«Que merda é esta? Han? És algum psicótico, ou quê? Que merda de conversa! Não, as coisas não tinham de ser assim! Para mim, nada disto fez sentido! Nada! Nada! Nada! Eu podia ter-me matado! Percebes?»

«Raul, eu sabia que isso nunca iria acontecer, porque eu conheço-te e sei como és inteligente. Sei que continuaste em várias partes do jogo por nós. Eu sei disso e sei que tu sabes que eu sei. Sei que quando viste o jogo, simplesmente aceitaste-o e fizeste o que tinhas de fazer. Estive sempre a ver-te e acho que jogaste bem. Tanto que jogaste, que conseguiste vencer. Foste sempre vencendo nos primeiros jogos, apesar de não teres visto os jogos. Mas acho que já somos adultos e já compreendemos as coisas de outra forma. Ou não concordas?»

«Não, não concordo! Tudo isto para mim é surreal! Inacreditável! Inacreditável! Desapareces quando tínhamos 30 anos e agora que temos 40 apareces do nada à frente da minha loja com bolinhos de papoila e com um balão de ar quente na mão...??? LOL, DIMI! Também aprendi a fazer os balões de ar quente. Descobri a loja onde foste comprar a Super Cola em Base de Cianocrilato e os materiais para fazeres o balão. Fui buscar os "outros materiais" à mesma loja de costura que tu foste e também aprendi na loja a diferença entre o Tricot e o Crochet. Também vendo balões de ar quente na minha loja, como vendo bolinhos de papoila...»

«Aprendeste a fazer, foi?»

«Não. Fiz uma parceria com a Loja Russa...»

«Aprendeste a falar russo, foi? Eles não costumam fazer parcerias com quem não fala russo ou ucraniano e têm aquelas caras de poucos amigos...»

«Isso não é verdade...»

«Mas diz lá, então... Foste tu que estiveste por detrás dessa minha parceria?»

«Estás a fazer aquelas perguntas proibidas pelo Jogo das Perguntas, Raulzinho...»

«Lol, Dimi... Acho que é melhor ires-te embora.»

«Não posso entrar? Queria comprar um livro teu para ir a ler no avião...»

«Compra O Algoritmo do Amor. Acho que és capaz de gostar.»

«Onde vais?»

«Vou-me embora...»

«Txi... Vais-te embora da tua própria loja e largas assim um cliente que podia ser um potencial sócio da tua loja?»

«Dispenso clientes desses "de cama". Não sou nenhum prostituto. Sou livreiro e escritor...»

«Boa resposta, Raulzinho... Gostei... Continuas a dar boas respostas, Raulzinho...»

«Às vezes escrevo é putaria e putedo nos meus livros... Tive de arranjar uma personagem de prostituto de luxo para mim na merda de um romance que uma Maçonaria dos Diabos me obrigou a escrever... Quando entrares, diz na loja que és o Dmytro para pagares só 6€ pelo livro...» 16h06 11/09/2022 Raul Catulo Morais With All Reserved Rights in Real Time with Jupiter Editions

«Eh lá...! Ganda desconto, Raulzinho...»

«Podes parar de me chamar Raulzinho? Para de te rir dessa maneira com essa cara!!! Por favor, para!»

«Parece mesmo que nem passaram 10 anos, pois não? Parece que foi só um aninho que passou... Não parece?»

«Para de fazer essa voz,  por favor... Para...»

«Mas olha... Anda cá... Onde é que vais? Não podes sair da tua loja assim... Vais-te embora da tua própria loja? Assim eu vou assaltar O Algoritmo do Amor... Aposto que nem tens câmaras na tua lojinha...»

«Pois, não... Não tenho!»

«Txi... Vou fazer um ganda assalto a'O Algoritmo do Amor... Ya... Vou levá-lo comigo para  a Irlanda e para Miranda e depois em Miranda vou escrever O Outro Algoritmo do Amor com o Raulzinho... Onde vais, Raulzinho...?»

«Larga-me... Vá lá... Tenho de me ir embora... O Dr. Diogo já me está a telefonar. Tenho de ir...»

«Vais-te embora da tua loja assim e deixas assim os teus livrinhos à mercê do Diabo? O Diabo assim vai roubar os teus livrinhos e vai mandar fechar a loja... Não és "um Bom Pai de Família", Raulzinho... Deixas assim a loja e os livrinhos..."

«Eu vou-me embora, mas eu volto... Não é passado 10 anos como tu. Eu não saio da minha loja. Nem a fecho só porque uma Maçonaria dos Diabos me manda fechar.  Não tenho medo dos diabos. Não tenho medo de diabo nenhum. Tu saíste... Fugiste com medo dos diabos... Não és Diabo nenhum. Se fosses, não te terias ido embora. Não terias saído como saíste a meio do filme dos diabos...»

«Sabes que eu não saí... E sabes que eu podia ter movido um processo contra ti, por teres usado o meu nome e o meu apelido...»

«Sabes que pelas Regras do Jogo Maçónico  não tinhas como mover um processo contra mim e se o fizesses, o jogo iria todo virar-se contra em ti tribunal, nem que se tivesse de fazer "um daqueles teatros maçónicos" no tribunal... E enfim, sabes  que eu ganharia... Sabes que estaria a jogar em casa...»

«Pois, é... Uma pergunta, Raulzinho... Como é que podes ser juiz e ser comerciante com uma loja aberta quando o Estatuto dos Magistrados e  até a própria Constituição o impedem?»

«Porque eu mudei as coisas... Não te agarres demasiado à letra da lei, sobretudo a preceitos constitucionais que foram escritos e inventados por uma Maçonaria dos Diabos.»

«Como é que conseguiste mudar as coisas?»

«Porque entrei na Maçonaria sem vestir o ridículo avental e sem baixar a cabecinha e dizer que acreditava num Deus-Fantasia que só existe na cabeça dos burros!»

«Chamaste-lhes burros?»

«Sim, chamei-lhes burros. Olhos nos olhos. Sou um maçom sem avental...»

«Lembraste quando eu queria que tu cozinhasses para nós todo nu só com um avental?»

«Sim, lembro-me.»

«Toma! Era este o avental com que eu te queria ver vestido. Podes pendurá-lo só na cozinha. Fica bem só pendurado na cozinha. É um avental muito bonito, com pedras e tudo. Fui eu que trouxe as pedras de Saturn e preguei-as no avental. Aceita, por favor. O que é que fizeste ao Globo que eu te dei?»

«Está guardado.»

«Sabes porque é que eu te ofereci o Globo no Natal quando eu já sabia que no jogo te teria de "matar" com o Homem Bronze em Mata-Lobos?»

«Para não me esquecer de ti?»

«Não. Para te dizer que não me fui embora sem te dizer primeiro que tinhas o Mundo nas Mãos. Não me podia ir embora, sem te dizer isso. Sem te dar essa força. Foi só uma força. Também a minha irmã te deu um presente importante para continuares com toda a força. Apesar de sermos de Saturn, nós protegemos as tartarugas como Jupiter. Sabemos que as tartarugas são comidas pelos crocodilos. Sei que me chamaste crocodilo. A melhor resposta que eu te poderia dar, Raul é que então eu sou o crocodilo que protegeu uma tartaruga e indiquei a todos os crocodilos que se fizessem a alguma coisa à minha tartaruga que eu próprio abria uma guerra com todos os crocodilos. Numa outra "analogia" se quiseres, mas só se quiseres, sou aquela "leoa" que se apaixonou pela "tal gazela" e a protegeu na BBC Vida Selvagem. Acho que percebes a minha linguagem e os meus códigos de linguagem. Tenho de falar em código, porque estou ligado à Rede dos Crocodilos e dos Leões.»

«Não sei o que dizer sobre o que estás a dizer.»

«Estás diferente, Raul. Respondes de maneira diferente. A tua voz está mais rouca e mais doce do que já era. Mas lembro-me que tinhas uma ou duas notas por afinar... E vejo que afinaste.  Estás com um timbre ainda mais bonito. Está mesmo diferente... Estás com aquele timbre "que se queria"... Não queres mesmo ir jantar ao hotel? Posso cancelar o voo e ir sozinho no de amanhã ou irmos os dois, caso queiras voltar a Miranda...»

«Deixa estar, Dimi. Deixa estar... Fica para o futuro... Como sempre me disseste, fica para o futuro... Não és tu que gostas muito do futuro?»

«Cuidado... Não te esqueças que eu consigo ver o futuro...»

«Podes vê-lo... Mas não te esqueças é de ser feliz e viver o presente... Sê feliz... Adeus!»

«Txi... A usar as minhas deixas...»

«Foi isso que vieste reivindicar? Vieste reivindicar as tuas deixas sem jeito nenhum?»

«Sim. Vim reivindicar as minhas deixas e tentar roubar-te um beijo.»

«Não é o teu dia de sorte. Fala com o meu advogado se quiseres reivindicar as marcas que deixaste nas minhas histórias...»

«Quem é o teu advogado?»

«É o Dr. Diogo.»

«Txi... Casaste-te com ele?»

«Mais ou menos...»

«Até ficávamos bem os 3 a andar pelas luas de Miranda e Titã...»

«Vai-te embora, Diabo.»

«Não vou. Voltei. Tinhas razão... Psiquiatria não é para mim... Vou ser o Médico e o Chefe de Família e vamos abrir uma loja da Jupiter Editions na Irlanda. Na Irlanda vale a pena ser Médico de Família e vale a pena abrir lá uma loja, porque está a formar-se secretamente um Grande Centro de Negócios de Saturn... Vamos levar a Jupiter Editions connosco para a Irlanda e para Saturn, baby... Ouvi dizer que as jupits iam cair a pique na Bolsa Jupiter... É melhor mudarmos os livros da Jupiter Editions para a Bolsa Saturn, baby... Sei que o teu romance com o Dr. Diogo não passa de uma fantasia... Sei que ele é hétero, baby...»

«Eu não sou mais o teu baby. Não me voltes a chamar baby.»

«Senão chamas o FBI, não é baby?»

«Yap... Vês como sabes? Bom voo!»

«Vais ter com o Dr. Diogo?»

«Sim, vou. Bom voo!»

«Ok, tu é que sabes... Manda-lhe um abraço meu e do meu advogado.»

«Eu mando-lhe. Quem é que é o teu advogado?»

«Dr. Rui da PLMJ.»

«Lol! Manda-lhe um abraço meu.»

«Conheces?»

«Conheço. Foi ele que me pôs a arbitrar o derby no Jogo Noturno que deu na Católica... Boa sorte!»

«Ah!... Achava que quem te tinha posto a arbitrar no derby tinha sido o teu Padrinho Francisco do CDS...»

«Tive 6 padrinhos. O Dr. Rui foi um dos meus 6 padrinhos "não oficiais". Boa sorte, Dimi!» 20h36 11/09/2022 Raul Catulo Morais With All Reserved Rights in Real Time in Jupiter Editions

«Acreditas em Deus?» «Acredito na Tecnologia e na Medicina. Vejo que são elas capazes de Estender os Telómeros da Vida, e por isso, os nossos Anos de Vida. Não estou a ver Deus a concedernos 666 anos de vida, mas consigo ver uma Medicina-Tecnologia a conceder-nos os 666 anos de vida. Eu gosto de viver. Sigo a Vida. Sinto-me eterno. Sinto-me tecnologicamente eterno. Não procuro a morte, nem procuro morrer. Não vejo a morte como parte da Vida. Luto contra a Morte. Busco pela Vida. Busco pelos Ingredientes Secretos da Vida. Não quero morrer. Quero viver. Nascemos num Inferno. Não vejo Deus neste Inferno. Talvez “Deus” seja mau. Se ele existe, eu não o vejo. Ou ele existe e é mau. Ou ele existe e está preso, não é ele que está a governar, ou então é mau. Ou não existe. Vejo outros planetas. Vejo os Enxames das Galáxias como vejo os Enxames das Abelhas. Acredito que tal como Grupos de Abelhas protegem “jovens”, também humanos-jovianos de Jupiter protegem invisivelmente humanos na Terra. Vale lembrar que a Terra só existe como a conhecemos por causa das Abelhas e por causa do Planeta Jupiter que é um verdadeiro “guardião” que afasta os meteoritos da Terra. É engraçado ver e pensar nisto. Há vírus muito inteligentes, vírus tecnológicos capazes de segurar vidas humanas. Talvez eu esteja cercado de vírus inteligentes que me hackearam o Sistema Cerebral e fazem escrever o que eu escrevo e que me seguram todos os dias o meu pensamento e a minha vida. Tecnologicamente consigo ver estes vírus. Vejo, por isso, como é “fantástica” a Vida Tecnológica e o Programa de Extensão de Vida contra as próprias Leis da Natureza. Já não era suposto os humanos existirem. Mas existimos. Graças à Tecnologia e à Medicina. Não acredito por isso em Deus. Mas talvez, no meio da história, eu seja um Mensageiro de “Deus”. Do “Deus” que os outros veem, mas que eu não vejo.» 666.666.666.666.669. Raul Catulo Morais in *Página 206* O Livro Proibido: Um amor maçónico numa maçonaria  dos diabos, de Raul Catulo  Morais

O Livro  Proibido: Um amor maçónico numa maçonaria dos diabos, de Raul Catulo Morais Capítulos 6, 7, 8 e 9 - 3 partes - 233 páginas 8.89MB - Publicado in 05/09/2022 in Illumminnatti Games

Documentary

Film-documentary 66min6secs

in real time just play 

Junte as peças do puzzle....

Illumminnatti Games


Veja o documentário e as referências

i pARTE DO FILME-dOCUMENTÁRIO GRAVADO EM TEMPO REAL 17/12/2020

Ligue as referências ao documentário e construa o puzzle...

Orquestra ClássicaPolícia Judiciária
00:00 / 38:38
Título em ConstruçãoTítulo em Construção
00:00 / 25:57
GNRTítulo em Construção
00:00 / 24:06
TAPTítulo em Construção
00:00 / 08:19
Red codeTítulo em Construção
00:00 / 10:17
Título em ConstruçãoTítulo em Construção
00:00 / 03:11

Out ofF play

1º jogo de  argumento/ reportagem Illumminnatti Games: Red Code

A Jupiter Editions abriu um novo botão FILM-DOCUMENTARY 66min6sec ao lado do botão OFF THE RECORD que liga a Ilha dos Piratas aos Illumminnatti Games. Os Illumminnatti Games partiram a Caveira Sagrada de Porcelana de Jaime e Jaime vai ter de levantar personagens, pseudónimos e a personalidade jurídica da Jupiter Editions. Assista em tempo real às peças do documentário online no site da Jupiter Editions. Jaime está no Sítio de Mata Lobos. O prazo é curto. O prazo é até à Lua Cheia. Uma guerra de lobos! Os lobos vão-se matar. Os lobos vão se comer no Sítio de Mata Lobos. Jaime está no meio da guerra. Está no meio da guerra dos lobos-duques de Loulé e dos lobos-piratas de Faro. Quem vai ganhar? Não perca a construção deste documentário às peças. Fique em casa com a Jupiter Editions a assistir em tempo real à guerra. Para sua segurança: FIQUE EM CASA! Os lobos vão-se comer!  Os lobos vão-se matar! Só um grupo de lobos vai uivar na noite de Lua Cheia no Sítio de Mata Lobos. 02:28 14 de Janeiro de 2022 Anúncio em Tempo Real Publicado na página do Facebook da Jupiter Editions e enviado por cortesia ao Banco BPI, à RTP, à SIC e à TVI. Uma reportagem JUPITER EDITIONS. Raul Catulo Morais Jaime Maria Bayamonde da Costa Ayala

Todos os Direitos Reservados © JUPITER EDITIONS ®

1º Jogo de Fotografias

Reportagem Fotográfica Noturna com os meios disponíveis para a publicação e anúncio da reportagem de 14/01/2022

a QUALQUER MOMENTO AS PEÇAS DO PUZZLE PODEM "DESAPARECER". aTÉ À lUA cHEIA NOVAS PEÇAS DE PUZZLE PODEM APARECER. O PRAZO É ATÉ o sol nascer na LUA CHEIA DE 17 para 18 DE JANEIRO. UMA PEÇA JÁ DESAPARECEU. qUANTAS MAIS PEÇAS VÃO DESAPARECER? 16H46 15/01/2022 RAUL CATULO MORAIS TODOS OS DIREITOS RESERVADOS. UM FILME-REPORTAGEM JUPITER EDITIONS.

2º Jogo de Fotografias

Reportagem Fotográfica 15/01/2022 com os meios disponíveis e publicação às 01:06 16/01/2022

tiro no pé.jpg
print 1.jpg
Skip.jpg
print 2.jpg
polvo.jpg
polvo II.jpg
fixe.jpg
vegan.jpg
Terra Nostra.jpg

Os Illumminnatti Games mandam abrir o jogo das parcerias e atacar 6 porta-aviões

as 6 gravações foram feitas no dia 15/01/2022 entre as 19h e 20h

3º Jogo: 13h49 16/01/2022

Anuncio da skip
00:00 / 10:11
Patroa
00:00 / 11:23

4º Jogo: 23h35 16/01/2022

5º Jogo: 20h36 17/01/2022

Patroa kristof
00:00 / 03:34
Gnrpsp
00:00 / 05:29
Advogados
00:00 / 00:43
Patroa iii
00:00 / 02:38
Lume
00:00 / 00:15
Cafe processo penal
00:00 / 03:12
Voz 666
00:00 / 27:30
Chão Limpo
00:00 / 33:25
Jupiter
00:00 / 50:17

as gravações foram feitas no dia 16/01/2022. Última gravação às 14h36.

6º Jogo: 10h59 18/01/2022

«Porque Raul, ao contrário é Luar. Porque 666 ao contrário é 999.»

Raul ao contrário é Luar- Parte I
00:00 / 36:42
Raul ao contrário é Luar - Parte II
00:00 / 32:22

«Porque tens de falar do Raul que apareceu em Porto Santo. Não o podes esconder. Não podes. Não podes. Não podes.»

12:47 777 os illumminnatti games mudaram os números. Os illumminnatti games mandam publicar o talão mágico e 7 páginas do caderno de 27/11/2021

Level 8: 888, Almost 999

Que filme do Caralho
00:00 / 01:47
What the fuckk
00:00 / 02:31
Principe
00:00 / 02:14
Fred helena
00:00 / 00:51

«Qual o nome das duas árvores que escondem a sexta caixa de abelhas? Se não souberes, pergunta ao senhorio que vai buscar a TV velha aí a casa e pergunta se ele conhece o pastor Augusto com quem estiveste a contar os 66 carneiros. Não contaste cabeças de gado. Contaste carneiros. Todos tinham cornos. O pastor não cortou os cornos. Deixou-os estar. Já escreveste a carta ao Augusto? Escreve. O pastor vai responder que os carneiros que apareceram sem pastor na Mata dos Medos depois de teres aberto a Caixa de Abelhas era do teu senhorio.» 15h38 18/01/2022 Katullo di Verona in Jupiter Editions.

Os duques de loulé estão a sair de vale de lobo para te limparem o computador, mas vão ter de fazer um desvio. Uma polícia maçónica vai cortar a estrada, vai proteger-te o filme. tens o algoritmo do amor nas tuas mãos. os teus primos de cascais vão telefonar aos duques e vão dizer que têm a polícia que está a segurar o filme no palácio da foz nas mãos deles. os duques de loulé vão assaltar o igac e vão limpar as tuas 12 obras. para eles, estás a jogar um jogo sujo. para eles, os teus livros são uma merda. como vais provar que és tu o autor? 16:18 18/01/2022 todos os direitos reservados katullo di verona in jupiter editions in real time © 2022-2020 Jupiter Editions

Resposta: Não são duas árvores. É só uma. A árvore que defende a 6ª caixa das abelhas é uma Árvore da Vida com 2 cabeças. O senhorio teve de decapitar para nascer uma nova cabeça. São duas cabeças. Mas é só uma árvore. A Yucca que comprámos na loja de bricolage não gosta de sol, é uma planta das trevas, é uma planta de casa,  é uma planta para estar num vaso. Se fosse plantada ao pé da Árvore da Vida, através da Dark Net dos Fungos hackear-lhe-ia todos os nutrientes, matando-a. A loja de bricolage tem o meu filme a comprar a Yucca. O operador da câmara de vigilância apontada à caixa nº 6 da loja de bricolage passou o meu filme à secretária da dona da loja dos aspiradores. Por isso é que elas sabiam da história da Yucca e do macaquinho. Discuti com a dona da loja na esplanada sobre as caixas automáticas. Ao nosso lado na esplanada estava o jornalista vestido com um fato de homem das obras. O jornalista estava atrás de nós na fila da loja de bricolage quando comprámos a Yucca. Viu-me a andar na loja de bricolage com o macaquinho pendurado no meu braço. 18h08 Raul Catulo Morais 18/01/2022 Jaime Maria Bayamonde da Costa Ayala in Jupiter Editions

Locked

curriculum vitae - 01H58 19/01/2022

curriculum com novas referências - 18H08 20/01/2022

Referencia
00:00 / 05:20
Tinha de ser
00:00 / 15:51
Referências
00:00 / 01:00
Não me apetece nada ser decapitado
00:00 / 01:09
Caixa de supermercado
00:00 / 02:00
Siga a marinha
00:00 / 27:03

«Uma nova maçonaria hackeou o filme. Informa à Sociedade Tecnológica o verdadeiro significado de maçonaria segundo o Dicionário Universal da Língua de Jupiter dos Illumminnatti Games para ganhares uma nova lente e veres quem hackeou o filme.»

«Maçonaria significa espiritualismo.»



«O teu filme foi hackeado pelos Mouros. Evita a Tomada do Filme da tua cabeça com 3 referências algarvias de influência árabe do dia 18/01.»

«Alfarroba, Xerém e Açoteia.» 

«Não serás decapitado se ligares as referências aos árabes.» Tempo: 88secs.

«A alfarroba é uma árvore introduzida no Algarve pelos árabes. As suas sementes eram utilizadas pelos mercadores para avaliar os diamantes, porque o peso de uma semente era equivalente a um quilate de diamante. Para os árabes e para os algarvios, uma alfarroba vale um diamante.»

«O prato xerém tem origem no termo árabe Zerem que foi deixado pelos mouros no Algarve. O milho moído é originário do Norte de África e da Ásia. Há muitas receitas de xerém. O meu namorado roubou a receita da mãe do Príncipe, mas trocou o presunto por bacon de aves. Adicionou camarão  à receita. Na Villa dos Piratas, a receita do xerém é com conquilhas e foi um dos candidatos finalistas às 7 Maravilhas da Gastronomia Portuguesa.»

«A açoteia é o terraço das casas algarvias, tipicamente da Villa dos Piratas, que substitui o telhado, destinado sobretudo para o aproveitamento das águas. Foi um elemento arquitetónico introduzido pelos árabes.» Tempo:  88secs.

«Parabéns! Os mouros libertaram-te.  Ganhaste mais uma maçonaria. A comunidade árabe que vive no Algarve sabe que vês o porco sagrado e que ouves e danças música árabe, por isso protege-te o filme. Boa sorte!»





 

Illumminnatti Games: 21 a 29 de janeiro

prova dos 9 livros dos 9 pseudónimos

3º jogo de fotografias: Porto santo

cabras1.jpg
cabras3.jpg
porto santo1.jpg
calheta.jpg
porto santo2.jpg
cabras2.jpg
rosa de areia.jpg
rosa de papel.jpg

A dark side in the algorithm

Polícia judiciária